TOMEU MOLL

O pianista Tomeu Moll-Mas, natural da Ilha de Maiorca, está desenvolvendo uma notável carreira devido ao seu compromisso com o repertório contemporâneo, novos conceitos relacionados a performance e à inovação sonora.

Como solista ou como músico de câmara, atuou no Brasil, no Chile, na Catalunha, na Espanha, na França, na Alemanha, na Finlândia e no Reino Unido. Algumas de suas experiências musicais mais gratificantes estão relacionadas à criação de alguns projetos cênicos, como as peças de música de dança de câmara, com música de M Stroppa e

«Hitzak, metáforas cachées», com uma composição original de Iker Güemes.

 

Um dos seus últimos projetos é a criação de "Peça", uma peça que funde escultura em cerâmica ao vivo, música eletrônica ao vivo [ live ceramic sculpture, live electronic music ] e performance de piano, em colaboração com o escultor Rafel Sunyer e artista de som Joan Bagés.

Ele é membro do Ensemble Espai Sonor e fundador da Alter Face, um conjunto de teclados dedicados ao repertório de piano manipulado, dois pianos e qualquer tipo de chave. Ele participou de várias gravações de estúdio, entre outros dois CDs com Espai Sonor, publicados por Stradivarius.

www.tomeumoll.com

26 Nov 2017

Biblioteca Mario de Andrade

11h30 CONCERTO

Please reload

CONCERTO “DE NATURA ELÈCTRICA”

De Natura Elèctrica é uma investigação sonora sobre as influências da mídia eletrônica e digital sobre a estética e os sons da música do nosso tempo. O primeiro passo nesta investigação foi um CD gravado em 2014 com obras de Alberto Bernal, Voro García, Mateu Malondra, Iker Güemes, Joan Bagés, Josep Planells e Ville Raasakka.

Os sons acústicos (naturais) e digitais (elétricos), bem como as técnicas ampliadas que se referem ao conceito de musique concrète instrumentale de Lachenmann são os três núcleos dessa idéia tornando-se CD com o apoio do Institut d'Estudis Baleàrics. A DNE é concebida como um projeto vivo que evolui em contato com novos criadores e experiências de som para serem compartilhados com o público.
 

REPERTÓRIO - PROGRAMA

  • angata Manu Marco Stroppa

  • Hitzak, metáforas cachées Iker Güemes Cabrejas

  • Vanishing Point Ville Raasakka

  • NO studies #3. 73 attempts to play NO. Its resonance. Its NO. A glass.   Alberto Bernal

  • Voices and piano: Peter Ablinger

  • Carmen Baliero: Fútbol

  • Angela Davis

  • Memoria de «No Existencia» Alberto Posadas