TOMEU MOLL

O pianista Tomeu Moll-Mas, natural da Ilha de Maiorca, está desenvolvendo uma notável carreira devido ao seu compromisso com o repertório contemporâneo, novos conceitos relacionados a performance e à inovação sonora.

Como solista ou como músico de câmara, atuou no Brasil, no Chile, na Catalunha, na Espanha, na França, na Alemanha, na Finlândia e no Reino Unido. Algumas de suas experiências musicais mais gratificantes estão relacionadas à criação de alguns projetos cênicos, como as peças de música de dança de câmara, com música de M Stroppa e

«Hitzak, metáforas cachées», com uma composição original de Iker Güemes.

 

Um dos seus últimos projetos é a criação de "Peça", uma peça que funde escultura em cerâmica ao vivo, música eletrônica ao vivo [ live ceramic sculpture, live electronic music ] e performance de piano, em colaboração com o escultor Rafel Sunyer e artista de som Joan Bagés.

Ele é membro do Ensemble Espai Sonor e fundador da Alter Face, um conjunto de teclados dedicados ao repertório de piano manipulado, dois pianos e qualquer tipo de chave. Ele participou de várias gravações de estúdio, entre outros dois CDs com Espai Sonor, publicados por Stradivarius.

www.tomeumoll.com

CONCERTO “DE NATURA ELÈCTRICA”

De Natura Elèctrica é uma investigação sonora sobre as influências da mídia eletrônica e digital sobre a estética e os sons da música do nosso tempo. O primeiro passo nesta investigação foi um CD gravado em 2014 com obras de Alberto Bernal, Voro García, Mateu Malondra, Iker Güemes, Joan Bagés, Josep Planells e Ville Raasakka.

Os sons acústicos (naturais) e digitais (elétricos), bem como as técnicas ampliadas que se referem ao conceito de musique concrète instrumentale de Lachenmann são os três núcleos dessa idéia tornando-se CD com o apoio do Institut d'Estudis Baleàrics. A DNE é concebida como um projeto vivo que evolui em contato com novos criadores e experiências de som para serem compartilhados com o público.
 

26 Nov 2017

Biblioteca Mario de Andrade

11h30 CONCERTO

Please reload

REPERTÓRIO - PROGRAMA

  • angata Manu Marco Stroppa

  • Hitzak, metáforas cachées Iker Güemes Cabrejas

  • Vanishing Point Ville Raasakka

  • NO studies #3. 73 attempts to play NO. Its resonance. Its NO. A glass.   Alberto Bernal

  • Voices and piano: Peter Ablinger

  • Carmen Baliero: Fútbol

  • Angela Davis

  • Memoria de «No Existencia» Alberto Posadas

© 2013 - 2017 by Musica Estranha

  • Black Twitter Icon
  • Black Instagram Icon
  • Black Facebook Icon